Páginas

quarta-feira, 24 de maio de 2017

24 de maio, dia de SANTA SARA KALI

A padroeira dos ciganos.

Existem diversas lendas a respeito da origem de Santa Sara.
Algumas falam que ela seria serva e parteira de Maria, e que Jesus a teria em alta estima por te-lo trazido ao mundo. Outras, que era serva de Maria Madalena. Seu centro de culto é a cidade de Saintes-Maries de la Mer, na França, onde ela teria chegado junto com Maria Jacobina,irmã de Maria, mãe de Jesus, Maria Salomé, mãe dos apóstolos Tiago e João, Maria Madalena, Marta, Lázaro e Maximinio. Eles teriam sido jogados no mar em um barco sem remos nem provisões, e Sara teria rezado e prometido que se chegassem a salvo em algum lugar ela passaria o resto de seus dias com a cabeça coberta por um lenço. Eles depois disso chegaram a Saintes-Maries, onde algumas lendas dizem, foram amparadas por um grupo de ciganos.Vós que conhecestes o preconceito e a diferença

Vós que conhecestes a maldade muitas
vezes dentro do coração humano
Olhai por nós
Derramai sobre vossos filhos, vosso amor
vossa Luz e vossa paz
Dái-nos vossa proteção para que nossos caminhos
Sejam repletos de prosperidade e saúde
Carrega-nos com vossas mãos e protegei nossa liberdade,
nossas famílias e colocai no homem mais fraternidade
Derramai vossa Luz nas vossas filhas, para que possam
gerar a continuação livre do nosso povo
Olhai por nós em nossos momentos de
dificuldade e sofrimento, acalmai nossos corações
nos momentos de fúria, guardai-nos do mau
e dos nossos inimigos,
derramai em nossas cabeças vossa Paz
para que em paz possamos viver
abençoai-nos com Teu amor
Santa Sara Kali, que ao Pai celestial possas levar
nossas orações e abrandar nossos caminhos
Que Vossa Luz possa sempre aumentar em Teu
Amor, misericórdia e no Pai
E que asssim sejas louvada para todo o Sempre.
Ciganos e Ciganas
Os ciganos usam como elemento principal em seus trabalhos, o ectoplasma dos médiuns e assistentes presentes, raramente usam os elementos materiais convencionais utilizados por entidades de outras linhas da Umbanda. Quando o fazem, servem-se de luzes e cores, cristais e materiais de radiestesia, contas e rosários budistas e hindus, ou outros objetos específicos ao trabalho daquela entidade especificamente, ou ao caso que estejam tratando.O médium ativo dessa linha, não deve fumar ou consumir bebidas acoolicas com frequência, pois além da vibração perispiritual das entidades ser muito sutil, precisam manter uma qualidade pura de ectoplasma, para os trabalhos de passes magnéticos, e os de "efeitos físicos", entre eles os de energia de cura.
A utilização dos elementos de trabalho, dependem das normas da Casa.
E cada entidade e médium tem suas preferências por um ou outro elemento. Muitos trabalham apenas com o mínimo necessário, como vela branca, copo com água, incenso e 1 cristal. Mesmo porque a condição financeira do médium é determinante no uso dos materiais. Outras variantes são o tipo de trabalho da entidade e o conceito do médium à respeito do uso dos elementos. Existem médiuns que exageram e levam muito mais que a entidade solicita. E também ocorre o inverso, médiuns desatentos que esquecem de levar os elementos de trabalho das entidades.

Os espíritos ciganos que se manifestam na Umbanda, não choram, não reclamam,
não reividicam, não falam de diferenças e preconceitos.Vêm nos trazer a alegria de viver, de vencer obstáculos, quer sejam espirituais ou materiais. Vêm nos trazer a sabedoria ancestral de um povo milenar, vêm nos ajudar a curar o corpo e a alma. Trazem em sua caravana espiritual de luz, a fé, a esperança e a confiança num futuro melhor.
A presença e a energia das Ciganas, com sua graça sensual, encanto e
magia já é algo com o qual estamos habituados nas giras de Umbanda.
Mas a presença viril e protetora; sensual e romântica; desafiadora e ao
mesmo tempo acolhedora dos espíritos ciganos masculinos, é algo que
ainda nos escapa os sentidos.
Talvez pelo fato de existirem mais mulheres que homens nas correntes de
Umbanda; talvez por timidez dos poucos homens que incorporam ciganos e suas dificuldades em dançar e deixar a energia fluir;
Nomes conhecidos desta linha: Ciganinha, Cigana da Praia, Cigana Carmelita, Cigana Rosa, Cigana Rosalina, Cigano Pablo, Cigano Ramires, Cigano Ramiro, Cigano Sete-Punhais, Cigano Wladmir entre outros...

Nenhum comentário:

Postar um comentário