Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

terça-feira, 28 de março de 2017

DEFUMAÇÃO – Ritual que também se faz na Umbanda!


Primeiro, vamos conhecer os materiais que são utilizados:

TURÍBULO: É o mesmo que turícremo, ou incensório, e ou incensário. É o nome que se dá ao recipiente onde fica o carvão em brasa, e por cima deste vai se pôr ervas e ou resinas para produzir fumaça aromática.
TURIBULAR: Ato de queimar o incenso.
TURIBULÁRIO: Ou incensador - aquele que balança o turíbulo para incensar.
TURIFERAR: Defumar, e ou incensar.
TURIFERÁRIO: É o nome que se dá à pessoa que conduz o turíbulo.
OPÉRCULO: É o nome que se dá à tampa do defumador.

A QUEIMA:
Na defumação se queimam ervas e resinas diversas, sendo comum o benjoim, o alecrim, o incenso olíbano, a mirra, a alfazema, a erva-doce, etc.

A SERVENTIA DA DEFUMAÇÃO:
Fazer honras à sua religião, e ou aos seus deuses.
Purificar e higienizar fisicamente, mentalmente e espiritualmente os ambientes materiais, mentais, e espirituais.
Se agregar à aura das pessoas, como uma proteção adicional.
Eliminar larvas astrais e miasmas.
Repelir do ambiente alcançado pela defumação, todos os maus espíritos.
Dissolver as formas astrais criadas por pensamentos negativos.
Fazer acontecer a aproximação dos bons espíritos.
Produzir efeito neuro religioso.
Identificar o ambiente religioso.
Cumprir a finalidade ritualística.

UM POUCO DE HISTÓRIA E CONCLUSÃO:
Não se sabe quando começou o uso desse processo; mas, conclui-se ter iniciado há milhares de anos.
Tem-se registros antigos de gregos e romanos a terem praticado. E nesses registros se encontram informações de terem empregado as essências aromáticas preferidas de seus deuses.
Há registros antigos, que além da finalidade de religião, a defumação também era utilizada de forma terapêutica e medicinal.
Em resumo, o ato da defumação religiosa não é propriedade de nenhuma religião. Se muitas religiões a usam, ninguém pode dela se arvorar dono. Como o ato em finalidades é idem em todas, e todas a usam por ser bom, a isso se dá o nome de “ecletismo”!

OBSERVAÇÕES:
1. Por lógica, em vista das serventias da defumação, e para a perfeita proteção do templo, médiuns e assistentes, esta sempre é feita no início de uma sessão espiritual; e assim, todos devem se conscientizar que após defumação feita, atrasados não participam da sessão.

2. Para a real eficácia da defumação sobre as pessoas que se denominam médiuns, estas devem entrar em sintonia vibratória, e pelos pensamentos do verdadeiro entendimento do significado desse ato; e gerando os pedidos de licenças para acontecer a sua integração à atmosfera espiritual que se forma no ambiente para a prática da mediunidade (egrégora). E, essas licenças são concedidas, em qualidade e grau, sempre de acordo com o cotidiano do médium em suas condutas sadias e ao seguimento dos preceitos da religião que professa.

3. Infelizmente, pessoas ignorantes imaginam que basta apenas ficar dançando em volta da lata do defumador, e ou ficar fazendo gestos teatrais como se estivessem tomando banho; e ou estalando dedos em volta do corpo; e ou sapateando como um dançarino; e ou querendo agarrar a fumaça e a jogando por sobre si; e ainda outros que querem entrar na “lata do defumador”, que isso vem a limpá-la de todos os seus pecados. É importante ressaltar que nem todas as fumaças que saem da boca do Vesúvio limpa uma mente suja e vazia, um coração impiedoso, comportamentos em vícios, atos nefandos, e persistência em pecados.

4. As ervas e resinas que se queimam numa defumação religiosa – de forma isolada e ou em conjunto aos cantos e instrumentos musicais, possuem por detrás do aparente cheiro que o leigo percebe, muito mais propriedades; e estas, sempre de acordo com o elemento “cheiro”, vai reagir na psique humana os efeitos relacionados ao processo mediúnico religioso. Assim, não basta apenas o leigo querer pôr pra queimar o que ele acha que deve, ou apenas comprar essas misturas já prontas. Há muitas Ciências que envolvem o assunto; mas estas somente o Pai de Terreiro Umbandista que professa a Umbanda Primeira refundada no Brasil pelo Caboclo das Sete Encruzilhadas, conhece!

Uma dos Ensinamentos da Umbanda Primeira, é: - “Conheça tudo sobre tudo! Faça de teus Atos, Palavras e Ação, uma Obra Prima em Arte com Conhecimento!”

Sérvio Guidotti

Nenhum comentário:

Postar um comentário