Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

domingo, 8 de janeiro de 2017

Opção Sexual

Existe uma contradição atuando no que determina ou não a opção sexual de muitos garotos e meninas pré adolescentes que estão entre a idade de 06 até 18 anos.
Verdadeiras crianças são vistas em avenidas já demonstrando que optaram por uma condição de se relacionarem com outras do mesmo sexo, se abraçando e se beijando em público com se fosse um ato normal, quando não é, a sociedade e bons costumes ainda não absorveu este comportamento praticado em público.
Pais e Mães alegam que suas crianças já nasceram com as tendências, mas ao mesmo tempo não acreditam em vida após a morte e nem no espiritismo, muito menos na reencarnação, mas então como pode alguém nascer já com tendencias se não houve nada antes da vida atual, não houve uma reencarnação e nem um passado antes da constituição da vida.
Esta é uma contradição em que pessoas procuram uma válvula de escape para admitir a razão de algum problema, do mesmo modo que usam a hipocrisia para colocar a culpa de seus pecados e erros como sendo provenientes de tentações de um ser sinistro voltado inteiramente ao mal.
O espírito não tem matéria, ele é uma forma de energia que vem do plano de Deus, é intocável e sem órgãos sexuais, não sente o prazer da carne e nem tem hormônios agindo em seu ser para que esta opção aconteça.
Sendo assim o Espírito não tem sexo, seu perispírito guarda a fisionomia de sua última encarnação, podendo ser masculina ou feminina, a partir do momento do encarne em um novo corpo, uma reencarnação tudo que estava no passado fica adormecido, guardado.
O que pode vir a florescer em uma nova vida são os carmas do passado que por um lado negativo e sua inteligência acumulada o fez optar por uma homossexualidade, o espírito ligado a tendências dos prazeres da carne, da matéria ainda tem esta necessidade demonstrando sua pouca evolução.
Também o mesmo carma que trará um espírito em sua nova condição imposta por ele mesmo antes de seu encarne a fim de resgatar algum mal que tenha feito, mas com os pecados mundanos e a promiscuidade insuflada em seu caráter se deixa cair outra vez aos prazeres da carne em sua nova encarnação.
A opção sexual de uma criança é adquirida em sua vida atual, com o meio em que vive, seus amigos, sua educação, sua religiosidade.
Crianças imitam tudo.
Outro problema que afeta a opção sexual de uma criança é o fato se estar em uma situação de Pais separados, como em quase todos os casos ficam sob a guarda da Mãe, são educados e recebem todo aquele perfil materno, feminino, ficam sem parâmetros com o perfil masculino, nesta fase do desenvolvimento costumam copiar modos e atitudes da Mãe, absorvem muito pouco do Pai.
Desta forma se identificam mais com a conduta feminina do que com a masculina, porque com certeza sua Mãe do seu lado é a vítima, a que mais sofre cuidando dos filhos.
Não é culpa da Mãe, ela tem que fazer o papel do Pai, em certos momentos, costumam dar uma superproteção que no futuro vai prejudicar um pouco o desenvolvimento da criança deixando ela mais exposta, mais ingênua.
Muitos casos de homossexualidade são ocasionados por este motivo, família desestruturada, o poder de educação fica totalmente com a parte materna, a TV com programas vários em que o protagonista é homossexual.
Isso não é intencional por parte da Mãe e nem é sua culpa se seu filho se tornou um homossexual, este é um problema de cultura social, de leis que precisam obrigar Pais mesmos separados a terem mais contato com seus filhos.
Culpa de um sistema em que as emissoras de TV estão voltadas ao dinheiro, ao Ibope, ao assédio dos anunciantes e não a qualidade do que se transmite.
Não estamos aqui para determinar que a homossexualidade é um crime, não somos adeptos a preconceitos, nem estamos também dizendo que os homossexuais estão condenados ao fogo eterno, todos serão sempre bem recebidos em qualquer reunião espírita, isso porque são filhos de Deus, igual a nós em todos os sentidos.
O que estamos abordando aqui é uma contradição que existe e uma analise do porque uma criança pode crescer com tendências homossexuais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário