Páginas

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Firmeza para esquerda em casa


Eis um assunto polêmico e que gera muita dúvida: posso fazer uma firmeza para esquerda em casa? Firmeza é um ponto de força e quem é que, vez ou outra, não precisa de uma ajuda extra? 

Assim como fiz quando ensinei sobre a firmeza da direita, ensinarei agora a firmeza da esquerda do ponto de vista mais simples possível, dado que qualquer um poderá fazê-la.

Obs.: Firmeza não é a mesma coisa que assentamento/tronqueira em casa. 

A firmeza para a esquerda (exus, pombagira ou malandros), normalmente é feita quando a pessoa percebe uma necessidade de maior apoio dessas forças em sua própria casa e entre sua própria família.

Esta firmeza, como toda força da esquerda na Umbanda, serve apenas para trazer força e proteção e NUNCA para prejudicar alguém.

Existem alguns autores que defendem a ideia de que se possa fazê-las dentro de casa e mesmo em seu altar pessoal, mas não foi o que aprendi com as entidades.

O povo da rua é formado por espíritos inferiores. Eles não são guias de luz, são espíritos em processo de aprendizagem moral. Na palavra de uma preta-velha, são prisioneiros em liberdade condicional. E essa condicional é, em essência, fazer o bem.

Contudo, como ainda são muito inferiores, suas energias são densas, pesadas. Por essa razão não são cultuados dentro de casa, pois suas vibrações próprias de quem lida diretamente com as trevas pode vir a prejudicar a harmonia do ambiente, caso ali permaneçam por muito tempo.

O problema é que, a partir de um princípio tão simples, muita gente complica. Não é por que se trata de uma energia pesada, mais próxima da matéria, que eles não podem entrar dentro da sua casa ou mesmo "arriar" num médium lá dentro para fazer um trabalho específico... O problema é MANTER um ponto de força ou uma presença constante e permanente dentro do ambiente. Percebe a diferença?

Por isso, da forma como trabalho e aprendi, essas firmezas devem ser feitas no quintal, próximas do portão de entrada da casa ou, em apartamentos, na varanda.

Resumo de quando fazer uma firmeza:

- Exus: Quando a pessoa sente que está sendo vítima de ataque espiritual ou quando se sente ameaçada fisicamente, com medo de algo ou alguém. É, em essência, uma firmeza para proteção;

- Pombagira: Quando a pessoa está vivendo situações delicadas ou está sofrendo emocionalmente. Enfim, quaisquer problemas que tragam dor do ponto de vista afetivo. NÃO É PRA TRAZER MARIDO DE VOLTA, é para harmonizar nosso coração;

- Malandro: Quando a pessoa sente que seus caminhos estão fechados, que está dando "murro em ponta de faca", quando percebe que precisa  ter mais jogo de cintura para se livrar das pedras do caminho. É uma firmeza para ter lucidez ante os problemas.

Você deve escolher para qual linha fazer uma firmeza e não fazer uma só para todas.  As firmezas devem ser feitas à noite e numa noite quando você não for sair de casa nem receber ninguém em casa. Logo em seguida, deve-se ir para cama e dormir, deixando as entidades trabalharem.

Para exu

Vá até o portão, do lado de dentro, coloque um copo de vidro ou plástico, coloque um pouco de cachaça dentro, acenda uma vela branca, acenda um charuto, puxe algumas vezes a fumaça (não precisa engolir) e sopre no copo. Coloque o charuto atravessado sobre o copo e diga:

Laroyê, exu. Exu é mojubá! Salve todos os guardiões! Em seguida, faça sua oração, dizendo verbalmente ou mentalmente, quais são os seus medos, o que vem acontecendo e peça ajuda dos guardiões para te guardar e te proteger. Se você souber algum ponto de exu, pode cantar. Senão, entre e vá dormir.

Para pombagira

Vá até o portão, do lado de dentro, coloque um copo de vidro ou plástico, coloque um pouco de champanhe no copo, acenda uma vela branca, acenda um cigarro ou cigarrilha, puxe algumas vezes a fumaça (não precisa engolir) e sopre no copo. Coloque o cigarro atravessado sobre o copo e diga:

Laroyê, pombagira! Pombagira é mojubá! Salve as nossas guardiãs! Em seguida, faça sua oração, dizendo verbalmente ou mentalmente, quais são os seus problemas, o que vem acontecendo e peça ajuda das guardiães para te guardar e remover do coração todas as sombras que te impedem de ser feliz. Se você souber algum ponto de pombagira, pode cantar. Senão, entre e vá dormir.

Para os malandros

Salve toda a malandragem! Boa noite para quem é de boa noite, bom dia para quem é de bom dia! Salve os malandros. Em seguida, faça sua oração, dizendo verbalmente ou mentalmente, quais são os seus problemas, o que vem acontecendo e peça ajuda dos malandros para te ajudarem a lidar melhor com as dificuldades da vida e ter discernimento para fazer as melhores escolhas. Se você souber algum ponto de malandro, pode cantar. Senão, entre e vá dormir.

Obs.: Muitos pensam que a força do trabalho está nos elementos. NÃO! A força do trabalho está em sua fé, na sua oração, na veracidade e na vontade de seus pensamentos e do seu pedido de ajuda! Não banalize as firmezas, elas devem ser feitas quando necessário. Por isso, somente você pode avaliar o tempo, mas convém não transformar em rotina. Em dois anos, eu fiz apenas três vezes...

No dia seguinte, jogue a bebida na rua e o resto no lixo mesmo.

Pronto, você fez a sua firmeza e sem dúvida as entidades atenderam. Não que você consiga resolver milagrosamente o seu problema, mas, sem dúvida, receberá a força necessária para enfrentá-los da melhor forma possível.

Nota: Embora você possa fazer firmeza com pontos riscados, vela de sete dias, colocando outros elementos, fazendo algo atrativo aos olhos, o essencial, é - sempre foi e será - invisível aos olhos... Portanto, tome cuidado com esses cursos que vão cobrar R$ 100,00 pro cara te ensinar o que você acabou de ler aqui de graça, só que mais enfeitado...

Nenhum comentário:

Postar um comentário