Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Um espírito negativo pode comandar uma casa religiosa?


Todo bom terreiro de Umbanda tem suas firmezas, seus assentamentos, seus pára-raios, pontos de segurança, que agem como verdadeiros escudos, filtros,  para que através dos mesmos haja uma maior segurança espiritual na casa.

Mas isto basta para ficarmos 100% protegidos dos ataques espirituais? Claro que não.

Se pararmos para pensar tudo é uma questão de afinidade e sintonia, nossas proteções são essenciais, mas nós também temos que nos vigiar, nos proteger, higienizar,  “ORAI E VIGIAI”, porque se o médium não for uma pessoa idônea, correta, se tiver más posturas e atitudes, com certeza ele irá se sintonizar com espíritos que se canalizam naquela mesma frequência, então vejam bem, se um dirigente abre uma casa espiritual, com segundas intenções não idôneas, se começa a usar da espiritualidade para trabalhos de feitiçaria, fazer trabalhos de maleficio, que vão contra o livre arbítrio de outras pessoas, tirando proveito da credulidade e ingenuidade de pessoas leigas por exemplo, com certeza vocês hão de concordar que nenhum espírito idôneo vai concordar com tais atitudes.

Um trabalho de magia nefasta, uma feitiçaria ela agride campos espirituais envolvidos, corrompe tanto espíritos encarnados quanto desencarnados, e não ficara impune.

Muitas vezes os próprios guias dos médiuns em geral, independente se ele é ou não o dirigente da casa,  irão tentar trazê-lo novamente para senda e caminho do bem, mas quando isso não é possível, eles se afastam e esse médium começa a se canalizar com espíritos que apreciam tais comportamentos e atitudes, muitos desses espíritos veem nesse médium um copo, uma fonte, e começam a usá-lo como meio de satisfazer seus vícios e inclinações. Precisamos entender que os guias respeitam a lei do livre arbítrio, nossas escolhas e não podem viver por nós.

Vamos supor que haja um terreiro, o dirigente a princípio estava cumprindo e realizando sua missão dentro das leis sagradas de Umbanda, mas que com o tempo o mesmo  se corrompeu, se desviou do caminho, seu terreiro uma casa grande, com muitos médiuns.

Podemos citar várias coisas que podem desviar um médium de seu caminho, mas dentre as principais são: Vaidade, Ganância, Mistificação, Ego, Fanatismo.

Os guias dos médiuns percebem a mudança, e tentam fazer algo? claro que sim.

Na realidade quando isso acontece toda egregora da casa começa a sentir o impacto, os médiuns mais sensitivos, começam a perceber que há algo errado, essa mudança energética é muito sentida na hora da incorporação, na forma que esses guias começam a se manifestar, muitas vezes, vão deixando sinais, alertas, alguns médiuns percebem de imediato, outros como costumo dizer vão empurrando com a barriga, médiuns com moral questionável. A princípio os guias travam uma luta contra esse comando, mas não depende exclusivamente deles, porque se os médiuns não se vigiarem e também não se limparem, eles acabam que fortalecendo aquele comando negativo que está se formando.

O dirigente muitas vezes quando chega nesse ponto, ele já cedeu a essa frequência energética até mesmo por conveniência.

Querem ver um exemplo: quantos supostos dirigentes hoje, não andam ganhando verdadeiras fortunas, realizando trabalhos de amarração, feitiçaria nefasta, trabalhos esses que andam custando verdadeiras fortunas, a ganância desses médiuns os cega a tal ponto que não enxergam estarem sendo usados, na realidade eles pensam estarem usando esses agrupamentos de espíritos que se comprazem nessas atitudes. Isso vai acontecendo até conseguirem alimentá-los mas chegara uma hora que ele não terá mais forças, porque o próprio vampirismo desses espíritos vão aos poucos minando suas energias, e é nessa hora que esses espíritos mordem a mão de quem um dia os alimentou.

Mas uma coisa é fato, um guia idôneo e verdadeiro que trabalha na senda do bem, cedo ou mais tarde deixará de estar vindo nesta casa.

Como digo, os guias não vem em terra para dar remédios a sãos, eles lutam para evangelizar e encaminhar, mas quando não são ouvidos, se afastam, e é nessa hora que o médiuns correm o risco de ceder passividade a uma outra ordem de espíritos.

É por essas e outras que vemos terreiros que antes eram numerosos começarem a tomar um outro rumo, uns a própria ordem de espíritos de luz, corroboram para que essa casa feche e não se torne um veículo de uso de espíritos nefastos.

É TRISTE UMA CASA RELIGIOSA DE UMBANDA FECHAR, MAS É MAIS TRISTE UMA SUPOSTA CASA RELIGIOSA USANDO O NOME DA UMBANDA MAS TRABALHANDO A SERVIÇO DAS ORDENS DO MAL.

O mal tem os seus, subestimar suas forças e energias é negligenciar o próprio alerta dado de nossos guias e mentores. Que sempre nos orienta, que os maus espíritos fazem morada onde podem satisfazer suas crueldades e maldades, não basta somente ordenar que se vão, precisamos eliminar dentro de nós mesmos o que os atrai.

Há dirigentes por exemplo que na frente de seus médiuns se mostram idôneos e corretos e pelas costas fazem trabalhos negativos de toda ordem, e quando o médium chega no terreiro, nem imagina o que houve ali antes, seus guias até se manifestam até mesmo para não desamparar o seu pupilo, mas frise-se: ELES DÃO SINAIS, ALERTAS, DEIXAM MENSAGENS, muitas vezes o próprio médium sente dificuldades de se canalizar e é nessas horas que o médium precisa ficar atento e avaliar os porquês do que está acontecendo aquilo, se é algo vindo de suas próprias condutas e posturas ou do terreiro que está frequentando. Mas se esse médium mesmo após tantos alertas e conselhos insistir em sua desobediência, provavelmente irá cair e será mais um a se envolver na ordem negativa que está se formando. É por essas e outras que vemos casas e médiuns mudarem da água para o vinho.

Mas o outro lado da moeda também acontece, quando um médium que estava sendo vampirizado e obsediado por espíritos mistificadores é socorrido a tempo por uma casa idônea, sua mudança é surpreendente.

Vejam que é uma luta do bem contra o mal, onde forças do bem tentam resgatar os próprios espíritos que estão atacando aquela egregora, espíritos endurecidos, uns até de alta potência negativa, mas são espíritos que também são nossos irmãos, que precisam ser resgatados, tratados e evangelizados,  os médiuns tem uma função crucial nessa batalha, costumo dizer que o mal ele é atrativo, alimenta o ego das pessoas, a vaidade, os faz sentir importantes, realiza desejos.

A ordem da luz, sempre é mais exigente, é como dizem o caminho do bem é mais estreito e o do mal é sempre mais largo.

E para terminar deixo uma prece que gosto muito:

Em nome de Deus Todo-Poderoso, que os maus Espíritos se afastem de mim, e que os Bons me defendam deles! Espíritos malfazejos, que inspirais maus pensamentos aos homens;  Espíritos enganadores e mentirosos, que os enganais; Espíritos zombeteiros, que zombais da sua credulidade, eu vos repilo com todas as minhas forças e fecho os meus ouvidos às vossas sugestões, mas peço para vós a misericórdia de Deus. Bons Espíritos, que me assistis, dai-me a força de resistir à influência dos maus Espíritos, e as luzes necessárias para não cair nas suas tramas. Preservai-me do orgulho e da presunção, afastai do meu coração o ciúme, o ódio, a malevolência, e todos os sentimentos contrários à caridade, que são outras tantas portas abertas aos Espíritos maus.

E para finalizar, SIM, UM ESPÍRITO NEFASTO PODE COMANDAR UMA CASA RELIGIOSA, mas lembrem-se DESDE O MOMENTO QUE ENCONTREM ACESSO EM SEUS CORAÇÕES.

Nenhum comentário:

Postar um comentário