Páginas

sábado, 25 de junho de 2016

Projeção Astral: Sintomas e Desenvolvimento

Não há como ditar quais serão as sensações específicas que cada indivíduo irá sentir em suas práticas, mas podemos elencar quais são os principais sintomas projetivos que em grande parte das vezes os praticantes relatam. Em alguns casos a pessoa pode sentir um ou mais dos sintomas elencados, e em outros não sentir qualquer um destes – a pessoa já desperta fora de seu corpo sem lembrar da decolagem. Segue abaixo os principais sintomas e suas respectivas características:
 –Ballonnement (Balonamento) é a impressão que nosso cérebro registra de estarmos inchando e ficando cada vez maiores, “gordos”, porém de caráter sutil. Sensação essa que se deve ao fato da expansão áurica para a saída extracorpórea. Como o próprio nome diz, é a sensação de estar sendo inflado como um balão.
Catalepsia Projetiva sem dúvidas um dos sintomas projetivos mais comuns entre os projetores. Se dá pelo processo de lucidez e impressão registrada pelo nosso cérebro da paralisia de nossos corpos de manifestação, em que a pessoa ao despertar no meio da noite ou em outro horário que está dormindo e percebe que não consegue se mexer, gritar, ver ou ouvir nada. Sente como se algo ou alguém a estivesse segurando em sua cama. Este sintoma geralmente causa medo e receio em muitos estudantes e praticantes, em decorrência de suas experiências anteriores que não possuíam conhecimento suficiente para compreender e aproveitar o que estava ocorrendo, acreditando que está sendo possuído ou algo do tipo. É a sensação de estar petrificado, imóvel. Apesar do desconforto e receios de muitos, esse estado é benéfico e facilita muito a projeção lúcida. Não confundir a catalepsia projetiva com a catalepsia patológica estudada pela medicina.
Ruídos intracranianos é a situação em que na tentativa de sair do corpo, o projetor começa a ouvir fortes ruídos e sons confusos, tendo a sensação de que os ossos do crânio estão rachando. Em alguns casos, vozes de difícil distinção são ouvidos.
-Oscilação do Psicossoma é a sensação que o projetor sente de estar balançando para cima ou pra baixo e/ou de um lado para o outro. Se dá pelo afrouxamento dos laços energéticos entre os corpos de manifestação (corpo físico e os corpos astrais). Situação geralmente seguida por uma projeção consciente e de forte impacto para quem está tendo suas primeiras experiências na busca pela veracidade do fenômeno projetivo.
– Estado Vibracional é o estado de ativação máxima do energossoma (corpo energético). Caracterizado pela forte sensação de intensas vibrações ao longo de todo o corpo. Extremamente propício a saída extracorpórea consciente, além da ativação dos centros de força (chakras) e desenvolvimento do parapsiquismo. O estado vibracional se aproxima daquela sensação que temos quando sentimos um formigamento em algum membro, porém no corpo todo. Pode ser comparada também com a sensação de estar em uma plataforma vibratória. É importante saber que o estado vibracional não acontece necessariamente no corpo físico, mas no corpo energético, que dependendo da intensidade do estado atingido, pode causar a impressão de que os nossos músculos, ossos e órgãos estão tremendo.
Desenvolvimento
     Muitos estudantes e pesquisadores perguntam qual o tempo necessário para se conseguir uma saída extracorpórea consciente, quais são as técnicas mais adequadas e as razões de não estarem conseguindo resultados. Mas infelizmente não há uma formula mágica! Se o leitor busca em nosso site algum ingrediente secreto para sair lucidamente do corpo, aqui não é o lugar certo e podemos dizer – se não afirmar, que não há algum outro lugar para encontrá-la. O êxito na projeção consciente está basicamente no esforço continuo e práticas incessantes. O esforço e a vontade inquebrantável são pontos de suma importância no sucesso das tentativas de saída extrafísica, para isso sugerimos que ao selecionar uma técnica – persista na mesma por um número mínimo de 10 tentativas e só então tente uma outra. No entanto, se você está iniciando agora nesse meio, muito dificilmente você irá ter sucesso nas suas primeiras tentativas. Logo recomenda-se que pratique dedicadamente determinada técnica  ao ver que está sentindo surtir algum efeito – não necessariamente a projeção propriamente dita. Em resumo – Só depende de você!
Segue abaixo algumas técnicas simples e mais comuns para quem está iniciando nos estudos e vivencias da realidade espiritual e finalizando nossa publicação de hoje.
As seguintes técnicas foram retidas do site do Instituto Internacional de Projeciologia e Conscienciologia (http://www.iipc.org.br/index.php/tecnicas-projetivas):
* Técnica Projetiva – Concentração Mental.
O objeto sugerido é uma vela acesa, pela sua simplicidade e capacidade de fixar a nossa atenção.
As etapas da técnica são:
  1. Isole-se em um ambiente fechado onde não será perturbado durante a prática.
  2. Coloque uma vela acesa em um prato grande, sobre uma mesa, longe de cortinas ou outro objetos (a fim de evitar acidentes), em um dos cantos do ambiente.
  3. Feche as janelas para evitar o vento.
  4. Sente-se em uma poltrona ou cadeira confortável no outro extremo do ambiente, há aproximadamente 3 metros da vela.
  5. Escureça completamente o ambiente, deixando apenas a luz da vela.
  6. Fixe a sua atenção na chama da vela, afastando outros pensamentos até que chegue ao ponto em que, para si mesmo, só existam você e a vela.
  7. Durante a técnica, evite devaneios, pois os mesmos distrairão sua atenção e prejudicarão a sua saída.
  8. Ao perceber um estado de leveza, de descoincidência, busque dirigir-se até a vela com o seu outro corpo, o psicossoma, deixando seu corpo físico na poltrona.
  9. Ao atingir a projeção, busque manter a lucidez e sair para outro ambiente.
  10. Após a experiência, registre todas as suas percepções e vivências.

Técnica da Autoimagem projetiva.
As etapas para aplicação dessa técnica são:
  1. Isole-se em um ambiente fechado, onde não será perturbado durante a prática.
  2. Sente-se em uma poltrona confortável colocada em frente a um espelho grande que reflita todo seu corpo quando estiver de pé.
  3. A poltrona deve ser colocada perto do interruptor da luz que ilumina o ambiente.
  4. De pé, através do espelho, você vai inspecionar todo o seu corpo, especialmente o rosto, como se nunca tivesse se visto antes, reparando em detalhes nunca notados antes.
  5. Repare em cada expressão, forma, cor e contorno de sua face, cabelo, testa, sobrancelhas, olhos, nariz, boca, queixo, orelhas, de uma forma profunda.
  6. Depois, fixe em seus olhos e repita seu próprio nome várias vezes de forma audível e clara.
  7. Visualize-se a si mesmo no lugar da imagem no espelho, esqueça o espelho e todas as circunstâncias físicas, e mantenha intensamente essa visualização, até ficar com sono.
  8. Nesse ponto, desligue a luz e durma na cadeira.
  9. Após essa visualização intensa, como se você fosse a imagem no espelho, a tendência é o seu psicossoma sair do corpo em direção ao espelho, ocorrendo o seu despertamento fora do corpo e começando a projeção lúcida.
  10. Após o retorno, registre todas as suas percepções e vivências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário