Páginas

domingo, 29 de maio de 2016

10 Sinais de que você está sacrificando sua saúde pelo trabalho de não vale a pena


Trabalho e Saúde
Todo mundo tem que trabalhar. Ao fazê-lo, estamos apoiando a nós mesmos, nossas famílias, nossa necessidade de propósito e, se tivermos sorte, realização. No entanto, as estatísticas mostram que há uma incapacidade perigosa, não só para saber quando desligar-se do trabalho, mas para entender como podemos estar afetando a nossa saúde ao trabalharmos muito e não vivermos uma vida equilibrada. Aqui estão alguns sinais de que você pode estar trabalhando demais:

1.Problemas de saúde
Você encontra-se comendo demais ou pouco durante as refeições. Suas articulações tornaram-se tão duras que você não pode sequer dar-se ao luxo de fazer exercício vigoroso.

2.Problemas cognitivos
Você pode estar lidando com falta de memória. Coisas que as pessoas disseram a poucos minutos atrás, pode estar completamente esquecidas.

3.Relações interpessoais fracas
Suas relações com a família e amigos tornaram-se um pouco distantes. Você tem pouco tempo para passar com eles. Quando você finalmente sai ou faz uma refeição com eles, sua mente ansiosa não pode parar de pensar sobre coisas relacionadas ao trabalho. Tal estresse coloca uma barreira entre você e seus entes queridos.

4.Levar trabalhos inacabados para casa
Você é incapaz de diferenciar entre tempo de trabalho e tempo de lazer conforme sua carga de trabalho aumenta. Você não consegue parar de pensar sobre o seu trabalho, mesmo estando em férias.

5.Sentir-se sempre cansado
Você pode ter dificuldade em acordar de manhã, um excesso de confiança no café, ou achar difícil se concentrar. Você sente como se tivesse envelhecido pelo menos 10 anos em apenas um ano.

6.É dominado por pensamentos negativos
Seu processo de pensamento tornou-se agitado e estressado. Pequenas coisas podem te irritar mesmo que você não queira ser assim.

7.Baixo nível de satisfação
Você pode achar difícil se sentir satisfeito com coisas que antigamente te faziam sentir-se completo. Essas coisas não combinam mais e às vezes você duvida do significado de toda a sua vida.

8.Fica facilmente frustrado
Você é facilmente irritado e se sente frustrado com muitas coisas.

9.Baixo desempenho no trabalho
O seu profissionalismo e experiência podem estar escapando pelos seus dedos. Você ainda se esforça, mas o desempenho não é mais o mesmo, pois seu corpo não pode sustentar tal carga de trabalho superior.

10.Autocontrole enfraquecido
Você pode encontrar-se cedendo mais facilmente porque se sente esvaziado ou cansado.

Cuidado

Fazer horas extras parece ter se tornado comum para muitos trabalhadores hoje. Infelizmente, é agora a norma receber um telefonema dizendo que seu amigo ou ente querido está “atolado” no escritório. Existem algumas razões para isso, e as pressões desempenham um papel importante. Você pode se sentir culpado por ter ido embora quando ainda havia trabalho a ser feito, ou quando outros deixaram trabalhos inacabados. Você pode se sentir culpado por outros ficarem trabalhando quando você está pronto para ir embora. Esta suscetibilidade é chamada de ‘Prova Social’.

Para evitar isso, devemos estar sempre conscientes dos nossos direitos e, o que queremos e nossos direitos. Se o seu trabalho é até as 18h, trabalhe até esse horário e então vá embora. Pratique este. Este é o trabalho que foi contratado para fazer e está fazendo. Se querem que você faça mais, isso deveria ter sido combinado antes, e não depois. Você não está fazendo nada de errado.

Tente ‘diferente’ em vez de ‘mais difícil’

Quando você se cobra demais, para de divertir-se. E, apesar de nem sempre amarmos o nosso trabalho, não devemos detestá-lo. Tente uma tática diferente. Tente diferentes formas de trabalhar com o seu tempo. Tenha objetivos específicos em mente. Em vez de dizer “eu vou ficar no trabalho até que isso seja feito”, experimente “eu vou fazer as partes mais difíceis agora, para que amanhã seja mais fácil.” Dessa forma, você pode terminar em um prazo razoável, e ser capaz de desfrutar do seu tempo livre com menos estresse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário