Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

quarta-feira, 24 de junho de 2015

Cordialidade, olhar crítico e a mudança do mundo


Desde pequenos somos seres hábeis e com voraz necessidade de mudar o mundo inteiro, seja para que ele satisfaça às nossas necessidades ou até mesmo para que ele se torne um lugar melhor para todos nós. Isso não é errado e, como diz a sabedoria popular: “Sonhar não custa nada”.
À medida em que vamos crescendo, porém, verificamos que mudar o mundo não é tão importante assim. Importante é mudar o nosso mundo. E isso é, na verdade, bastante fácil. São pequenos gestos e pequenas ações que fazem com que o mundo à nossa volta mude completamente tornando-o mais agradável ao nosso convívio.
Você já reparou que muito se fala em cordialidade mas pouco faz-se quanto à isso? Você costuma saudar a todos de um determinado local quando chega? Se você frequenta um centro ou terreiro de Umbanda, costuma saudar à todos, corrente e assistência, ao chegar com um sonoro “boa noite”, “bom dia” ou “boa tarde”? Você saúda ao congar ao chegar? E ao dirigente da casa?
O mesmo vale para o nosso dia a dia, falar um bom e sonoro “Bom dia!” todos os dias ao chegar ao trabalho melhora visivelmente o humor de todos ali presentes e quando eu me refiro à mudar o humor dos ali presentes, não é que você fará o dia de todos muito melhor ao saudá-los, talvez até sim, mas no geral, o humor de todos mudará em relação à você mesmo e é exatamente isso que importa.
Você costuma pedir as coisas com cordialidade? “Poderia, por favor, fazer tal coisa para mim?” Tá aí uma coisa que vejo com pouquíssima frequência no meu dia a dia. Seja em qualquer situação que for, com quem for, é de grande valia que ajamos com cordialidade, principalmente se estamos solicitando que alguém nos faça um favor. Ora, se é um favor, que seja dito!
Depois de pedir um favor deve-se SEMPRE agradecer, mesmo que a pessoa não possa fazer o favor à você ou caso ela faça de má vontade (sim, isso acontece). Muito obrigado, agradecido.
Cordialidade nada mais é do que tratar as pessoas como você gostaria de ser tratado. Simples, não?
Cordialidade não depende de sua classe social, escolaridade nem mesmo personalidade. A cordialidade depende única e exclusivamente da sua própria vontade em tratar bem as pessoas e, consequentemente, ser bem tratado.
Há outro fator bastante importante que deve ser sempre lembrado por aquele que deseja mudar o mundo: a forma de interpretação. Assim como a cordialidade, a sua forma de interpretação dos acontecimentos não depende de sua classe social, escolaridade ou educação que recebeu. Depende exclusivamente de sua vontade e disponibilidade em interpretar a situação com o olhar curioso de quem deseja aprender algo.
Quando eu falo sobre forma de interpretação, isso se estende à absolutamente tudo que acontece conosco todos os dias, desde aquele engarrafamento horrível que muitos enfrentam durante às idas e voltas ao trabalho ou até mesmo as situações mais inusitadas de nossas vidas, sejam elas aparentemente boas ou ruins.
Eu acredito e creio que também muitos frequentadores deste blog assim acreditam, que estamos aqui neste mundo para cumprir uma missão e, principalmente, para evoluirmos como espírito e não há forma de evolução mais eficaz que o aprendizado diário. Sim, estamos aqui para APRENDER. Se o grande mote da coisa é o aprendizado, que tomemos tudo como lição em nossas vidas.
Já ouviram dizer que a vida é uma grande escola? Pois bem, sendo a vida uma grande escola, comecemos a enxergar tudo que acontece à nossa volta, seja conosco ou com pessoas próximas, como lições de aprendizado e tentaremos, a partir de agora, tirar algum aprendizado real de qualquer situação. Fazer isso, porém, não é uma tarefa muito fácil pois ao tentarmos tomar como lições, devemos primeiro nos assumir como aprendizes que é o que somos: eternos aprendizes.
Se algo de muito ruim lhe acontecer, tente se abster do primeiro pensamento que sempre lhe vem em mente e tente enxergar como um telespectador, colocando-se em terceira pessoa e tentando, de um modo mais amplo, analisar todos os pontos da situação para tirar dali alguma lição, mesmo que a lição seja quase uma bronca em você mesmo. Da mesma forma, se algo de muito bom lhe acontecer, tente ater-se aos detalhes de tudo para saber como e por quais motivos chegou à esse final e assim terá mais uma vez aprendido algo.
E essa é a minha simples receita de como mudar o mundo: Cordialidade e olhar crítico. À partir do momento que você começa a agir com cordialidade, automaticamente o mundo à sua volta começa a ser mais cordial com você. Se você começar a ter um olhar mais crítico sobre qualquer coisa que aconteça em sua vida, com certeza tirará valiosas lições que poderão de deverão ser utilizadas sempre para que as coisas comecem a acontecer exatamente como você quer e planeja. Como eu já disse, pode não ser fácil no começo, mas com certeza é eficaz e muito gratificante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário