Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Bullying nos Terreiros


Bullying é um termo utilizado para descrever atos de violência física e/ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo (do inglês bully, "tiranete" ou "valentão") ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz (es) de se defender.
Recentemente, o termo entrou em evidência com o apoio da mídia e com a declaração das vitimas, que vem assumindo um papel importante para o controle desta situação.
Pois bem! Como Umbandista, procuro enxergar de dentro pra fora da religião e percebo, junto a relatos de frequentadores e trabalhadores de casas Umbandistas, que a pratica do bullying é bem clara e tratada de forma distorcida.
Boa parte da pratica do bullying é endossada ou justificada pelo ‘’guia’’. O guia fez, o guia falou, o guia mandou...Tudo isso em abraço com a tal da inconsciência.
São casos de exposição, de ameaças, de repressão e de medo, fornecidos de forma gratuita.
Todo médium que aceita essa condição, não pode ser encarado como vitima, e sim como consorte da situação.
Alguns alegam um medo extremo da situação e não têm coragem de dar queixa ou abandonar a casa. Outros, em um devaneio de fé (?), acham tudo normal e totalmente espiritual, o que acaba assim fortalecendo o processo dentro da casa.
Entidade ou Guia, orienta, não aponta o dedo.  Entidade ou Guia, sabe o que significa o voto de sigilo mediúnico, sendo assim, não expõe a vida do outro como se fosse um palco para alguns rirem e outros se amedrontarem. Entidade ou Guia, não denigre, não ofende, não xinga e nem passa por cima do próximo, faz o bem sem olhar a quem.
O processo mediúnico, religioso e espiritual dentro da Umbanda, cria condições, para todos, tratarem os seus excessos e as suas limitações. Há aqueles que abusam deste mecanismo, fazendo da sua sombra interior o coadjuvante perfeito para esta pratica hedionda.
Não aceite!
Diga não ao bullying!
Denuncie!

Nenhum comentário:

Postar um comentário