Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Equilíbrio Interior


            Hoje em dia é muito comum ouvir as pessoas dizerem que estão estressadas. Também... não param! Vivem ansiosas, preocupadas com um futuro que não chega nunca, pois enquanto fazem uma coisa, a mente já está pensando no que fazer em seguida...
           
            A dificuldade para viver o presente – de corpo e alma – é enorme, e isso é péssimo, pois além de desperdiçarmos nossa energia, prejudicamos nosso corpo e nossos relacionamentos. Eu explico: é que quando nosso corpo entra em estado de alerta, devido a uma situação inesperada que surge nos oferecendo algum tipo de ameaça, nosso metabolismo se altera. Nosso batimento cardíaco fica acelerado, a musculatura fica tensa, etc. Isso tudo é uma reação natural do nosso organismo, para combatermos o que nos ameaça. O problema é que quando esse estado se prolonga a ponto de se tornar constante, habitual, nosso corpo sofre as consequências, que podem variar, tais como: dores musculares, baixa imunidade, gastrite, crises nervosas, etc. Sem contar os problemas psicológicos e emocionais que podem ser agravados com esta situação, como depressão, fobias, síndrome do pânico...
           
            Como eu disse, nossos relacionamentos também ficam prejudicados, pois quase nunca temos tempo para o outro. Nossas metas e tarefas cotidianas são tantas que não conseguimos nos conectar com a realidade do próximo. Perdemos a capacidade de ouvir e, muitas vezes, até mesmo de receber, pois nunca estamos abertos e disponíveis de verdade. Conversamos “da boca pra fora”, mas a mente e o coração nem sempre estão presentes.
           
            Essa maneira desequilibrada de viver é uma epidemia, onde um influencia o outro, seja no trabalho, no trânsito... ou em casa, quando descarregamos na família toda nossa carga emocional negativa.
           
            Isso tudo tem que mudar! Comece hoje mesmo a se questionar: do que eu tenho tanto medo? O que me deixa constantemente preocupado ou irritado? Por que será que eu sempre estou “correndo”, pensando no que fazer? Será que todas as tarefas que me dispus a realizar hoje são imprescindíveis? Não tem como pedir para alguém me ajudar em uma ou outra tarefa? Eu tenho me organizado da melhor maneira possível?
           
            Essas perguntas iniciais nem sempre são fáceis de responder. Por isso, eu recomendo algumas técnicas que podem auxiliar você a acalmar a mente e pacificar o coração, para que certas realidades do seu “eu” venham à tona. Procure praticar, por exemplo: meditação, yoga, tai chi chuan, exercícios bioenergéticos ou a prece. Isso vai ajudar a mudar o seu padrão emocional. Se for necessário partir para algo mais “físico”, eu aconselho os esportes, as artes marciais, etc. Sem falar na Arte, que é uma grande ferramenta para o autoconhecimento. Que tal aulas de teatro, dança, pintura ou música? Se for necessário uma ajuda profissional, que tal um psicólogo da linha transpessoal? Além disso tudo, se você é espiritualista, procure frequentar seu centro espírita, umbandista, budista, etc. O convívio social, vivido com um espírito sincero e fraterno, é uma ótima ferramenta.

Para encerrar, deixo as palavras do Dalai Lama:

“O que mais me surpreende na humanidade são os homens... porque perdem a saúde para juntar dinheiro, depois perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem do presente de tal forma que acabam não por viver nem o presente nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer... e morrem como se nunca tivessem vivido.”


POR  -  VICTOR REBELO

Nenhum comentário:

Postar um comentário