Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Desenvolver a Espiritualidade: O que é?

            Quando comecei a escrever esse texto pensei: Nossa! Falar de espiritualidade é falar de Deus! Será que eu, um ser humano como qualquer outro, terei capacidade de comentar sobre este tema?
            Esse questionamento começou a me invadir por algum tempo, como um mantra que ficava soando em minha mente. Essas dúvidas foram importantes, principalmente para perceber que a maioria das pessoas, considera Deus algo magnânimo, isso é correto. No entanto as pessoas consideram Deus algo intocável, por colocarem ele no mais alto nível hierárquico, dessa forma criando um grande e equivocado distanciamento.
            Essa complexidade permitiu confundir grandiosidade com complexidade, desta forma, cultuando um Deus distante por sua superioridade.
            Nós somos Deus em sua essência, somos uma "fatia" desse grande bolo, criados a sua imagem e semelhança. Temos em nosso interior, toda a força da divindade, que anseia por se desenvolver, crescer, evoluir.
            A impressão criada quando se fala de buscar a espiritualidade, é que esse recurso se encontra no externo. Buscar a espiritualidade é trilhar o caminho do conhecimento interior, com o objetivo de desvendar os mistérios do mundo imaterial e de outras dimensões que interagem com o plano material.
            Quando essa interação acontece, nosso universo, tão grandioso e inteligente, envia sinais o tempo todo para que as pessoas possam evoluir mais a cada dia. Como geralmente não estamos treinados ou educados para reconhecer a comunicação extrafísica, não captamos as mensagens e aumentamos o sofrimento.
            Nossa base consciencial, influenciada pelo mecanismo materialista, egocêntrico e cético, nos conduz apenas para reconhecer as situações limitadas ao plano físico. Buscar a espiritualidade é proporcionar a si próprio a remoção de dogmas e paradigmas do inconsciente coletivo que limitam o alcance da percepção e nos mantém escravizados no universo das possibilidades limitadas da terceira dimensão, da ignorância e do sofrimento.

-Se tornar espiritualizado é compreender a verdadeira causa da existência e consciência divina. É compreender que somos seres em evolução;
-Desenvolver a espiritualidade é compreender que os pensamentos tornam-se coisas. São os geradores das realizações, já que podem construir quando positivos e destruir quando negativos;
-Desenvolver a espiritualidade é aprender a contemplar Deus sem querer nada em troca, gerando gratidão pela vida, independente das situações vividas;
-Cultivar a espiritualidade é perceber que Deus está no simples, logo está presente em tudo;
-Propagar a espiritualidade é querer que as boas coisas acontecessem com todos e em todo o planeta;
-Compartilhar a espiritualidade é desenvolver a compaixão e a boa aventurança;
-Preservar a espiritualidade é respeitar a natureza de cada ser;

-Encontrar a espiritualidade é estar aberto a todos os caminhos que nos levem ao crescimento espiritual. É sofrer menos, ser mais feliz, ser saudável, ser próspero e ter o espírito radiante.


POR:  BRUNO J. GIMENES  -  Terapeuta e Professor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário