Páginas

Chat


Get your own Chat Box! Go Large!
Tenham bom senso e responsabilidade com o que está sendo dito, com bom uso e principalmente, tendo em mente que TODOS deverão ser respeitados em suas diferenças, inclusive de opinião. Assim, nenhum usuário precisará ser bloqueado. O conteúdo da conversa, deve ser relacionado aos temas do blog.
É proibido o uso de nicks com nomes de Entidades, Cargos do Tipo Pai, Mãe, Ogan etc. ou Orixás, ou nicks considerados como insultuosos ou ofensivos.
É proibido insultar ou ofender qualquer utilizador deste chat. Respeite para ser respeitado.
Não informe dados pessoais na sala de chat, tais como E-mail,
Nº de telefone.
Esse tipo de informação deve ser em conversa privada com o membro, pois o Blog não se responsabiliza por quaisquer dano e/ou prejuízo.
Ao menos uma vez por semana, estarei presente e online para quem quiser conversar, compartilhar algo e/ou trocar idéias.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Sempre um novo dia!

Mais um dia começando... o sol em toda sua beleza, ilumina este novo recomeço. Os pássaros já cantam, louvando o amanhecer. Sentada aqui em minha sala, ouvindo uma música suave, me sinto em paz.
Paz! Esta palavra está em tantas orações, poemas, textos, sonhos! Tantos a desejam e não conseguem senti-la. Realmente, é uma bênção sentir-se em paz! Mesmo sabendo que este sentimento pode não durar o dia todo, porque um dia novo traz consigo, novos desafios, novas experiências e, isto sempre faz com que tenhamos muitos tipos de reações, mudando nossos sentimentos e emoções.
Mesmo assim, estar em paz, é muito bom! Nos permite lidar com tudo de uma forma mais tranquila e serena, mais equilibrada. Ontem mesmo, uma pessoa me disse que o que mais quer neste momento da sua vida, é sentir-se em paz. Que este seria o melhor presente que poderia receber.
            Mas, quem pode nos dar este presente, senão nós mesmos? Onde está a paz que tanto procuramos? Não adianta procurar fora, algo que está dentro. A paz só pode ser encontrada em nosso interior. É preciso fechar os olhos para a correria do dia a dia, para tantas questões diárias que nos tiram do prumo e olhar pra dentro. Fechar-se por alguns momentos para o exterior e olhar com os olhos da alma.
            Estamos numa época em que todos correm. Mais um ano está acabando e parece que tudo precisa ser feito até o final do ano. Casas precisam ser arrumadas, pintadas, obras precisam ser acabadas, presentes... Muitos presentes precisam ser comprados. Festas precisam ser programadas, términos... Términos de ciclos, de semestres, de cursos, encerramentos. Muitos encerramentos acontecem e a perspectiva para uma novo ano já começa  a aparecer.
            Por todos os lugares já aparecem os desejos de boas festas! Mas, que festas são essas que fazem uma algazarra tão grande por todos os lugares. A mídia, mais do que nunca se aproveita disso e procura convencer a todos que é preciso, é fundamental comprar determinado produto para sentir-se melhor, mais jovem, mais feliz, mais... mais.
            E aí, aparece alguém que diz que o que mais gostaria de receber de presente é... PAZ. Paz interior, paz na família, nos relacionamentos, no trabalho, entre os amigos, no trânsito, no país, no mundo.
            Em minha opinião, esse deveria ser um momento de reflexão, de darmos uma parada em nossa correria diária o nos perguntarmos:
O que aprendi nesse ano?
Quanto ajudei, dei de mim, para o outro?
Quanto cresci como ser humano?
O que fiz, que pode ser útil para alguém?
Amei? Realmente amei as pessoas com as quais convivo?
Como lidei com as situações desafiadoras da minha vida?

Tem uma música, cujo autor é Jorge Trevisol, que gosto muito e acho que expressa o que eu sinto a esse respeito, que diz assim:
“O que penso a respeito da vida,
É que um dia ela vai perguntar:
O que é que eu fiz com meus sonhos,
E qual foi o meu jeito de amar,
O que é que eu deixei pras pessoas
Que no mundo vão continuar,
Pra que eu não tenha vivido a toa
E que não seja tarde demais!”

            Essa, eu penso que deveria se a preocupação de todas as pessoas em mais este ano que está chegando ao final.
            Comemorar com muita alegria o nascimento do cara que veio pra ensinar tudo isso e, um pouco mais, para os homens. Ele veio, falou tantas coisas, ensinou tanto com exemplos como com palavras. Foi um exemplo vivo de fé, amor, respeito, humanidade, luz e PAZ!
            Quem sabe, a gente para e pensa um pouco nisso e, faz de conta que o mundo vai realmente acabar. Que esses, são nossos últimos dias aqui nesse planeta. Amemos com toda nossa alma; façamos o bem para as pessoas; perdoemos aqueles por quem ainda cultivamos raiva, rancor, mágoa; sejamos carinhosos principalmente com nossos familiares, aqueles com os quais convivemos mais intimamente; digamos com todas as letras o quanto amamos aos filhos, cônjuges, namorados, pais, irmãos e amigos.
            Quem sabe a gente se lembra mais de agradecer, por todas as bênçãos diárias que recebemos, por estarmos vivos, por termos a oportunidade de estarmos nesta escola chamada vida. Sempre é tempo, sempre dá pra estudar um pouco mais, fazer recuperação se for necessário, fazer algumas horas extras, pra podermos sentir essa tão sonhada PAZ.
            Sempre é tempo. Tenha certeza que,  amanhã haverá... Sempre um novo dia!




POR: CLAUDETE LOTH atua como terapeuta holística em Novo Hamburgo/RS

Nenhum comentário:

Postar um comentário