Páginas

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

Ogum, orixá regente de 2013

   2013 será regido pelo Orixá Ogum, o glorioso guerreiro, que sempre nos socorre em nossos momentos mais difíceis de nossas vidas. Aquele que nos ampara em nossas demandas do dia a dia, nos socorrendo quando forças estranhas tentam de todas as formas nos afastarem dos caminhos que traçamos para que possamos nos aproximar de Deus e de nossos Orixás, em busca do aperfeiçoamento de nosso espírito.

   Sincretizado com São Jorge tem algumas particularidades com o Santo católico, e a maior delas, é justamente a batalha, pois à exemplo de Jorge que sempre amparava os Cristãos em sua luta contra os “pagãos”, Ogum sempre amparou os povos africanos em suas guerras tribais.

   No mundo atual, Ele nos ampara na batalha cotidiana, nos dando força para trabalhar, nos auxiliando em busca do progresso, nos dando forças para superar as agruras da vida, e assim por diante.
2013 será regido por Ele, e vem auxiliado por Oyá, que será sua companheira por todo o ano, e vem ainda com Obaluayê e Oxum Marê.

   Com Obaluayê, traz para nós a promessa de cura para muitas doenças que até então vêm causando danos irreparáveis na humanidade, e que até agora, a medicina não consegue, independente de seu esforço, diminuir o sofrimento daqueles que convalescem em seus leitos, também, traz com este Orixá, o desvendar de muitos mistérios da humanidade.

   Com Oxum Marê, Ogum nos traz caminhos de riqueza, de prosperidade, de transformação. Afinal Oxum Marê é o arco íris, é aquele que leva água para o céu para que Olorúm e os Orixás possam beber. Traz ainda com Oxum Marê a promessa de uma vida melhor para nós do Santo que fizermos por merecer.

   Porém, com Oyá, Ogum traz a justiça implacável acima de todas as coisas. Chegou o momento de todos nós acertarmos as contas que devemos. Oyá tanto é guerreira, como é a Senhora da justiça e juntamente com Ogum, vem pedindo para o povo de Santo, não temer as perseguições que vimos sofrendo, pois a justiça se aproxima e novos tempos se aproximam.

   Independente de sermos desta ou daquela religião, temos que nos lembrar de que: “com a mesma força que julgarmos nosso semelhante, assim Deus nos julgará”. E nossos Orixás, nada mais são que a manifestação da Justiça Divina, desta Lei que se aplica a todos nós independente da cor, raça ou credo.

   Ogum ainda nos promete um ano de fartura, de boa colheita, contradizendo assim, aqueles que professam fim do mundo, fome, miséria e outras coisas mais. Como Senhor do ferro e do aço, sabemos que foi Ele quem inventou as ferramentas agrícolas e ensinou o homem a arar a terra, para assim tirar dela seu sustento.

   Agora, neste ano em que irá governar nosso mundo, ele nos traz a promessa de mesa farta, de boa colheita e de sorte nos negócios e trabalhos. Temos, pois, um bom ano para iniciarmos novos projetos, para darmos rumo novo em nossas vidas, porém temos que nos ater ao merecimento individual, e nos lembrar de que nada teremos se nada merecermos.

   E que este julgamento compete a Deus e seus Orixás e não aos zeladores de santo. Assim sendo, se por ventura não conseguir alcançar o que deseja, faça uma reflexão de sua vida no ano que passou e reveja sua postura dentro do Santo.

  Devemos entrar o ano vestindo as cores de Ogum, de Oxalá ou de Yemanjá, e se possível entregar oferendas a Yemanjá e Oxalá pedindo que seu filho Ogum, nos enxergue com bons olhos e que este Glorioso Guerreiro, nos traga sua prosperidade.

Um feliz 2013 com muito axé.

Sérgio Silveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário