Páginas

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Três Remédios


Seja em relação à dor física ou à dor
emocional, quando mantemos o mesmo
comportamento, continua doendo.

Andrew Matthews

            Até quando você quer continuar sofrendo? Até quando vai continuar se ferindo com hábitos nocivos? Até quando vai se intoxicar com tantos sentimentos negativos? Até quando irá permitir que a raiva lhe devore por dentro?
            Curar é limpar toda essa carga mórbida que se acumulou em seu corpo físico. E somente o amor é capaz de fazer essa drenagem nas camadas mais íntimas do nosso ser, pois o amor é harmonia, é pureza, é vida gerando a vida. Escolha o amor no lugar do mal, e isso quer dizer que você estará escolhendo a saúde no lugar da doença, porque decidiu mudar seu comportamento.
            Jesus de Nazaré nos indicou três remédios de larga eficácia para as enfermidades, que, uma vez utilizados, promoverão uma faxina interior capaz de restaurar a saúde. São eles: perdão, fé e amor.
            Com o perdão você se limpa de mágoas e culpas e se livra de vibrações energéticas prejudiciais à sua saúde. Quando curava, Jesus frequentemente dizia aos enfermos: “Filho, perdoados estão os teus pecados.” Se Jesus viesse nos curar hoje, porventura ele encontraria nosso peito livre de mágoas e culpas?
            Com a fé você aglutina forças divinas capazes de alavancar a cura das doenças mais atrozes. Certa mulher, que padecia de uma hemorragia uterina havia doze anos foi, instantaneamente, curada pelo simples fato de tocar as vestes de Jesus. É claro que, conforme o próprio Jesus explicou, foi a fé daquela mulher que a curou.
            Com o amor você mergulha em um estado de êxtase tão profundo que doença alguma é capaz de resistir. O amor volatiza toda a energia negativa acumulada em nosso campo psicofísico decorrente do nosso proceder distante daquele roteiro de vida que Jesus estabeleceu no Sermão da Montanha. Por essa razão, os Espíritos de Luz proclamam que fora da caridade, isto é, fora do amor não há salvação. Poderíamos complementar: fora do amor não há cura. O amor restaura, revigora, alegra, anima e fortifica. Que mais um doente precisa?
            De receita na mão, vamos agora iniciar a nossa cura? Mãos à obra.

O AMOR RESTAURA, REVIGORA, ALEGRA, ANIMA E FORTIFICA.
QUE MAIS UM DOENTE PRECISA?

Livro “O MÉDICO JESUS”  -  José Carlos de Lucca

Nenhum comentário:

Postar um comentário