Páginas

terça-feira, 17 de julho de 2012

Pérolas

        A maioria das pessoas, assim como eu, apreciam e admiram lindas pérolas. Encontramos as pérolas em brincos, colares, pulseiras, anéis, broches. Já houve época em que uma joia de pérola era algo muito cobiçado pelas mulheres.
          Atualmente existem muitos outros tipos de joias, mas as pérolas são eternas e sempre belas. Você, com certeza, sabe que as pérolas vêm das ostras, mas sabe também por que elas se formam?
            Pérolas são produtos da dor. Isso mesmo, elas são resultado da entrada de uma substância estranha ou indesejável, no interior da ostra. Pode ser um parasita ou algo como um grão de areia.
            Podemos dizer então que, pérolas são feridas curadas!
        Na parte interna da concha, é encontrado o Nácar, uma substância lustrosa, que começa a trabalhar no momento em que o corpo intruso entra e, cobrem-no com muitas camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.
            Como resultado, uma linda pérola vai se formando!
            Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada.
        Quantas vezes, também somos feridos, sofremos com duros golpes durante nossa vida. Se conseguirmos cobrir nossas mágoas, decepções, desilusões, tombos, derrotas, perdas e tantos outros machucados, com camadas de aceitação, compreensão, amor, perdão, superação e fé, nossas feridas podem cicatrizar e pode haver a cura. Podemos criar lindas pérolas de sabedoria e lições aprendidas. Podemos nos tornar pérolas na vida de outras pessoas.
          Se ao contrário, cultivarmos a raiva, o rancor, o sentimento de injustiça, e não assumirmos a responsabilidade por tudo que nos acontece, se alimentarmos pensamentos destrutivos, permaneceremos com nossas feridas abertas, não permitindo que cicatrizem.
            Desta forma, nos tornamos “ostras vazias”. Teremos desperdiçado toda uma vida, na qual podemos evoluir espiritualmente, nos tornarmos seres mais humanos e fazer a diferença em nosso crescimento pessoal e no das pessoas com as quais convivemos.
          Todos nós viemos para cá com uma missão. Não estamos aqui a passeio. Nada é por acaso. Nenhum acontecimento, nenhuma relação, nenhuma experiência por nós vivida, acontece sem um propósito divino.
           Então, não vamos desperdiçar esse tempo que nos foi dado, vamos usar nosso “Nácar” interno e transformar todas nossas feridas em lindas pérolas. Sejamos pérolas para nós mesmos, para todos que passam por nossas vidas e para todos que fazem parte da nossa família e das diversas formas de relacionamento que temos. Sejamos ostras produtivas para que nossa encarnação não seja em vão.

Claudete Loth - Atua como terapeuta holística em Novo Hamburgo/RS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário