Páginas

quarta-feira, 4 de julho de 2012

A dor é obrigatória, mas o sofrimento é opcional

   
      Se você está passando por um mau pedaço, talvez o texto abaixo possa te ajudar. Mas para compreendê-lo melhor é preciso querer enxergar a verdade. Portanto, baixe a guarda e encaixote suas crenças. Pronto? Pra começar, entenda que nosso mundo é regido por leis (assim como a gravidade) – nem sempre visíveis a olho nu, mas perceptíveis através dos resultados em nossa vida. 
          Você pode não acreditar nelas, mas isso não impede você de se machucar ao pular de um prédio! Lembre-se que muitas vezes o absurdo de uma época é completamente aceito em outra: até 500 anos atrás nosso mundo era plano e considerado o centro do universo... Compreender as leis da vida é a melhor maneira de seguir o fluxo da maré ao invés de remar contra ela.    
          Vivemos num universo-espelho. Tudo que vemos com nossos olhos físicos não são mais do que o resultado de algo mais profundo. Profissão, relacionamentos, prosperidade e saúde são apenas resultados. Para modificar resultados precisamos sempre iniciar pela origem: dentro, em nossos pensamentos e emoções. Observe a natureza (sempre nossa melhor referência): assim como as raízes invisíveis sustentam uma árvore, nosso mundo externo é sustentado pelo invisível (mas muito palpável) mundo interior. Adube as raízes e os frutos aparecem! Perceba que dentro de um mesmo ambiente (em casa, escola ou trabalho) existem pessoas com os mais diversos estados interiores: alegria, tristeza, tédio... mas se o ambiente é o mesmo qual é o diferencial? Muitos operários são mais felizes do que alguns empresários – dinheiro, portanto, continua sendo apenas outro resultado. Não gosta do que vê? Bem, não se colhe maçãs de uma laranjeira! “Tal como o homem pensa em seu coração, assim ele é”. Projetamos nossas debilidades no próximo. Vivemos em um mundo de projeções, e em função do nosso próprio nível de consciência, costumamos enxergar nas pessoas nossos próprios erros e defeitos.
           É fácil de entender: Você é crítico? Quem você critica? O que você critica? Observe-se com muita atenção e vai encontrar em suas palavras aspectos muito escondidos de sua própria personalidade. Condenamos-nos outro aquilo que não aceitamos em nós mesmos. E esta é a melhor forma de nosso ego despistar nossos erros e de nos iludirmos mais um pouco tentando passar por melhor. Crítica é fruto da intolerância e da falta de autoconhecimento. Apontar as falhas nos demais é apontar para dentro de si mesmo. Quer um conselho? Comece a elogiar. Se você enxerga apenas defeitos no mundo, talvez não tenha nenhuma virtude dentro de você! “Não resistais ao mal” (outra frase bíblica) – em outras palavras: aceite! Se algo em sua vida não está como você gostaria, não tem jeito, alguma coisa está acontecendo em suas raízes. Negar por quê? A dor não erra de endereço e a aceitação é o primeiro passo para uma mudança verdadeira. Aprenda com as artes marciais: use a força do seu oponente contra ele mesmo – neste caso, permita que a energia da aceitação te ilumine na dissolução do erro. Resistir cria conflitos e estes, mais erros e mais sofrimento (que é opcional...). Vou dar um exemplo: seu gato quebrou seu vaso de flores favorito ou o trânsito te atrasa para uma reunião importante e você “arranca os cabelos” de raiva. Resolveu?
             Solucionou o problema? Você está se sentindo melhor ou fez o mundo melhor com esta atitude? Encontre sempre a beleza das coisas. Em seguida, lubrifique suas emoções: abençoe a tudo. Dizem que ao ver que a fábrica de seu pai pegava fogo, o filho de Thomas Edson correu desesperado ao encontrou do pai – que observava extasiada a fogueira: “Filho, olha só que maravilha...” Viva o presente a cada segundo. Porque o momento do agora se chama “presente”? Porque este é o maior presente de Deus em nossas vidas: o eterno agora. Viva cada segundo como se não houvesse amanhã, e aprenda a ser grato por ele. Viver desta forma nos permite fazer tudo com amor – e sem que precisemos falar nada, começamos a atrair boas circunstâncias em nossa vida. Qual será o segredo? O corpo sempre diz a verdade, escute-o com carinho! Embora a medicina moderna tenha seus méritos, ainda tem muito a aprender com as tradicionais. Doença é sinal de desequilíbrio, é o grito de socorro da alma – outro resultado em nossa vida! Você sabia que cerca de 1/3 de todos os males do mundo são curados através do chamado “efeito placebo ou cura espontânea”? E que os medicamentos químicos já são a primeira causa de mortes nos EUA? É de fazer a gente pensar, não? Assuma totalmente a responsabilidade pela sua vida. A cegueira da idade média já passou e você ainda acredita num “deus” carrasco e vingativo? Somos todos 100% responsáveis por tudo que acontece ao nosso redor. Desde um resfriado até um acidente, tudo são projeções do subconsciente. Atraímos aquilo que pensamos. “Nós somos do tecido de que são feitos nossos sonhos”. Nosso corpo, entre outras coisas, é um potente ímã que atrai as circunstâncias. Podem ser medidos nele fenômenos de calor e eletricidade – portanto, também carrega magnetismo. E isto explica, entre outras coisas, a Lei da Atração.
           Lembre-se de que o Universo está o tempo inteiro conspirando a nosso favor. Porque essa é a natureza do cosmos: o caminho mais fácil! Se você ainda não percebeu isto, comece a revisar seus conceitos. Um mundo cheio de oportunidade para uns e dissonante para outros não lhe parece um tanto estranho? Mais uma vez, o problema é o “mundo” ou “você”??? A água sempre desce a montanha... Ação e reação – Você chuta uma parede, quebra seu pé e ainda reclama dos tijolos? A física já conseguiu comprovar esta lei há muito tempo, porque então não transportá-la para nossa vida? Jamais se sinta vítima de injustiças. Mesmo que você não entenda os porquês, saiba que a causa está dentro de você – SEMPRE! “Deus não joga dado!” Como se pode perceber, o fato de ignorar estes princípios básicos não nos isenta de cumpri-los. Até pouco tempo atrás eu costumava dizer que nascemos sem manual, mas hoje revisei meus conceitos: há muitos sinais pelo mundo pra dizermos “eu não sabia” – outra atitude vitimista. Basta não resistir - e se entregar... E se ainda assim estiver difícil de resolver algum problema, procure um bom terapeuta: as técnicas energéticas conseguem fazer verdadeiros milagres diariamente - e acredite, não é mera força de expressão!


Por:   Viviane Ramos de Toledo Rocha Camargo  -  Microfisioterapeuta

Nenhum comentário:

Postar um comentário