Páginas

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Você conhece os fatores que influenciam a qualidade da energia do seu lar?



1- TUDO É ENERGIA, TUDO TEM VIBRAÇÃO.

            Não é novidade para ninguém que nesse universo tudo é energia, sendo que a matéria nada mais é do que energia condensada. Os diversos materiais existentes, são consequências dos arranjos resultantes de composições de diferentes frequências vibratórias. Portanto, a construção física de um lar, nada mais é, do que a condensação de energias em estados vibratórios diferentes.
Todo material, tijolo, até a areia, cimento e acabamentos, apresentam suas vibrações próprias e específicas.
            O entendimento que se tem, é que a soma de todos os elementos vibracionais, vai gerar uma resultante, ou seja, um nível de vibração, ou uma frequência.
            A casa de qualquer pessoa é como uma orquestra.
            Cada instrumento produz um efeito na composição final da música. Todos os instrumentos que não estiverem vibrando harmonicamente, não mais produzirão música, apenas ruídos, que certamente serão notados.
            Por essa ótica, cada item ou objeto presente dentro de casa, é como um instrumento da orquestra: tem seu papel e produz sua influência direta no resultado final da qualidade da vibração.
            Harmonizar um ambiente é aprender a ser maestro desse mecanismo, bem como, aprender a manter cada? Instrumento musical? Devidamente afinado. Além disso, saber excluir dessa orquestra instrumentos que não estejam em sintonia com a música.
            Como tudo é energia, que vibra por natureza, em frequências específicas, precisamos compreender o que, dentro de tudo isso é positivo ou negativo. Essa consciência, a vigília constante e a manutenção de hábitos condizentes, são os responsáveis por gerar a harmonia de um lar.

2- ENTENDENDO A ENERGIA DOS SERES VIVOS E SEUS AMBIENTES.

            A harmonia de um ambiente é exatamente o reflexo dos acontecimentos que ocorrem nesse espaço físico. Esses acontecimentos podem ser de origem física, mental, emocional, espiritual, geobiológica e outros.
            Tudo que ocorre nesse ambiente gera reações, que podem ser positivas ou negativas.
            O objetivo deste curso é proporcionar um conhecimento básico para o aluno entender esses eventos e suas reações e com isso aplicar essas técnicas para a criação e manutenção de ambientes de harmonia e paz, bem como gerar estas qualidades nos habitantes do local.
            É importante saber que tudo no universo tem polaridade (positiva, negativa e neutra) e assim sendo, buscamos o equilíbrio.
            A energia positiva é associada à energia yang, que quer dizer ativa, masculina, quente, dia, sol.

            A energia negativa é associada à energia yin, que quer dizer passiva, feminina, fria, noite, lua.
            O neutro é a parte sem polaridade ou sem movimento.
            Tudo é energia, e o que é realmente importante é a frequência da vibração no ambiente e no ser vivo. Por isso é de suma importância poder perceber quando um ambiente acumula excesso de energia negativa e onde ela está sendo criada, para que imediatamente sejam tomadas contramedidas que tragam de volta a harmonia do ambiente.
            Quando a harmonia não é alcançada ou recuperada, os seres vivos que habitam esse ambiente alteram seus padrões energéticos de acordo com essa vibração em desarmonia, contraindo danos físicos, mentais, emocionais e espirituais, que muitas vezes por efeito cumulativo chegam a ser até letais.
            Então é importante conhecer os agentes geradores de energia negativa, pois só assim as contramedidas poderão ser eficazmente aplicadas.

3- O PSIQUISMO DO AMBIENTE INDUZINDO ATITUDES E EMOÇÕES.

            Toda energia tem uma vibração. A identidade dessa vibração é a frequência em que ela vibra. Um ambiente apresenta, mesmo de forma invisível e sutil, uma frequência característica.
            As emoções, pensamentos e atitudes das pessoas que ali vivem se somam as vibrações características dos materiais de construção, bem como a geobiologia do local.
            A soma disso tudo gera um produto único, e como nossos pensamentos são as energias que geram as maiores influências, podemos chamar isso de psiquismo local. O psiquismo local é uma energia invisível aos olhos físicos, mas totalmente ativa nos níveis mais sutis. Ele fica gravitando sobre as pessoas que ali vivem, estimulando-as a ter atitudes condizentes a essa vibração. Por isso é um forte indutor de comportamentos.
            Ele tem poder de fazer verter emoções e pensamentos específicos nas pessoas.
            Esse é o segredo! Compreender o psiquismo local de cada ambiente e aprender a modificá-lo positivamente, tornando-o elevado. Assim, mesmo que um dia você chegue em casa, cansado, estressado, irritado, basta que você fique por algum tempo presente nessa atmosfera (que você já teve o cuidado de preparar), e ela o ajudará a mudar sua vibração, fazendo com que se sinta melhor, pois teve sua frequência alterada.
            Essa é a meta, fazer como que os ambientes se tornem verdadeiras fontes de energia benéfica.
            Já o psiquismo de dor, doença e depressão, por exemplo, vão produzir mesmo nas pessoas mais saudáveis e felizes, vibrações (entenda como sensações) intensas de infelicidades e dores físicas.
            A pergunta a ser feita é: Como está o psiquismo do seu lar ou trabalho? E do seu carro?
            Isso é importante, porque o psiquismo é essa energia que gravita em todos os ambientes, mesmo que você não enxergue, ele está presente, ditando a frequência vibratória do local. Cada lar, cada escritório de trabalho, cada prédio comercial, hospital, delegacia, penitenciária ou escola, têm seu psiquismo próprio, totalmente moldável, plástico.
            Lembre-se, o psiquismo de um local pode fazer você agir de uma maneira a qual você não gostaria!

4- SEU LAR NO PLANO ESPIRITUAL.

            Tudo que existe no plano físico tem um reflexo na dimensão espiritual. Assim como nosso corpo físico apresenta uma extensão espiritual, os ambientes também.
            Essas dimensões estão interligadas. Tudo que acontece no físico reflete no espiritual e vice-versa.
            Fazendo uma analogia, podemos dizer que uma casa tem sua alma, que é uma estrutura espiritual, moldada com um fluido energético mais denso, no entanto que formata uma exata construção espiritual.
            O psiquismo local influencia diretamente essa forma espiritual. A casa espiritual é uma extensão do psiquismo local, porque como dissemos anteriormente, tudo está interligado.
            Esse molde espiritual, repete aproximadamente o mesmo formato da casa no plano físico, mas é o grande responsável pela aproximação ou distanciamento das energias das dimensões espirituais. Isso quer dizer, que se uma casa tiver seu molde espiritual, condensado com um psiquismo elevado? Portas estarão abertas? Para as bênçãos divinas. Caso o psiquismo for denso, nefasto, com moral deturpada. Portas estarão abertas? Para dimensões também densas do plano espiritual. Nesse último caso, as consequências podem ser desastrosas.
            Então nossa missão é elevar ao máximo a qualidade do psiquismo de nossos lares, para que possam ser convidativos às forças sutis e angelicais. O plano espiritual utiliza nossos lares como portais de irradiação de energia. Se essas energias serão positivas ou negativas, cabe a nós escolher.
            Existem muitos ambientes, em que seus moldes espirituais estão repletos de dispositivos de obsessão, parasitas energéticos e refletores extra-físicos de energias densas. Sendo o agente causador principal, a nossa negligência e nossos atos falhos.

Fonte: Limpeza e Harmonização de Ambientes



LUZ DA SERRA

Nenhum comentário:

Postar um comentário