Páginas

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Ser Espiritual

Ser espiritual é Amar a Vida e manifestar o melhor de Nós, a nossa Luz, no momento presente, em harmonia.
É sermos em uníssono um cântico de Amor que inunda a Vida de Luz até que toda a escuridão seja eliminada.
Ser espiritual é Amar em Simplicidade rumo a Caridade e Fraternidade.
Em nós vive os Germens da Luz Original, do Amor Universal.
Nós todos estamos condenados à Luz.
Até as trevas regressarão à Luz…
Com todo o respeito por todos os credos e religiões do mundo, e sem querer generalizar, porque existem exceções, na humanidade em que vivo há uns bons anos, enquanto ser humano, verifico que somos um coletivo estigmatizado muitas vezes por um sofrimento mental, por ensinamentos que incultam o medo e a culpa em nós, por pessoas que plantam o pior de nos, fazendo florescer o nosso pior, e temos dificuldade em sermos verdadeiramente responsáveis em Espiritualidade.
Construímos e instalamos no coletivo uma onda de cisão em que o significado da existência fixa-se pela superfície adornada de pura materialidade. Em poucas palavras, perdemos a Esperança e a Fé na Luz que Somos.
E o pior, o medo, a inércia, a falta de coragem e o receio do que o vizinho irá pensar de nós, golpeia de forma contundente cada minuto de vida que nos foi dado para sermos Espirituais em Amor Profundo no Mundo.
Muitos de nós estão cansados, eu diria mesmo “muito cansados”, de conflitos segregativos!
Não queremos mais “sobreviver” regidos por conluios maquiavélicos e credos que não nos ensinam a respirar por nós próprios.
Queremos simplesmente “viver” neste mundo e partilhar equitativamente Sabedoria e Amor!
Estamos de passagem aqui e cada Um de Nós é Amado desde Sempre pela LUZ. Quando “recordarmos” que mesmo nos momentos de maior dificuldade há sempre a LUZ que nos Ama, com certeza dentro de Nós emergirá a Força de “Amor” necessária para prosseguirmos viagem…
O caráter imprevisível da vida é sempre experimentado em serenidade quando “Amamos” e nos deixamos “Amar”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário