Páginas

sábado, 16 de julho de 2011

Ao Médium

Companheiro da mediunidade com Jesus, aceita as provas do caminho sem murmurar e sem perder a confiança em Deus.
Os que combatem teu trabalho, também são necessitados de luz.
Os que zombam de ti, desconhecem as lágrimas silenciosas que vertes a sós.
Nessa caminhada redentora, nunca reclames, jamais revides, não te defendas.
Se permaneceres no trabalho edificante, estarás sempre sob o amparo do Alto.
Aceita, sem revidar, o fel da calúnia.
Não brigues contra as lanças do materialismo a te atingirem o coração sensível.
Escala teu calvário de luz e sorve o cálice da tua provação, na certeza de que o amor de Deus te sustenta e te guia.
Não te faltarão os Cireneus do caminho a te ajudarem a conduzir a prova que abraçaste.
E, nesta cruz invisível em que te encontras, permanece sempre de braços abertos, para receber os sofredores da estrada, que vagam em busca de consolação.
No final, a vitória será sempre do amor e tua libertação será coroada de luz e paz.
Confia e segue.

Clayton B.Levy - Vida e Renovação

Nenhum comentário:

Postar um comentário