Páginas

sábado, 9 de abril de 2011

O corvo cobiçoso

Era uma vez uma linda pomba que costumava viver em um ninho perto de uma cozinha.
Os cozinheiros gostavam muito dela e frequentemente lhe davam grãos. Ela gostava do lugar e tinha uma boa vida.
Um dia, um corvo viu a pomba e notou como ela recebia ótimas refeições da cozinha.
Então, numa ocasião, o corvo fez amizade com a pomba, e sob o pretexto de amizade, de alguma forma conseguiu fazer com que a pomba dividisse o seu ninho com ele.
A pomba então lhe disse que poderiam passar o tempo juntos discutindo política, religião, etc., mas que em se tratando de comida cada um teria seu próprio meio. Dessa forma ela sugeriu que o corvo buscasse a sua própria comida.
Mas o corvo estava impaciente e a sua única razão para fazer amizade com a pomba era pela comida.
Ele queria carne e tudo o que a pomba ganhava da cozinha eram grãos.
Ele não queria esperar mais e finalmente decidiu ir diretamente à cozinha para obter comida. Assim pensando ele furtivamente se arrastou pela chaminé abaixo e entrou na cozinha.
Sentindo o cheiro de um peixe temperado que estava numa panela, cobiçoso, adiantou-se e tentou pegar o peixe, porém, ao fazer isto, tropeçou numa concha de sopa e fez barulho.
Isto alertou o cozinheiro, que estava na sala vizinha, que surpreendendo o corvo, o matou.

Moral da história: a cobiça paralisa a inteligência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário