Páginas

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Conhecendo os Pretos-Velhos em 20 ítens


1. Falange de trabalhadores representantes de velhos escravos africanos.
2. Primeira legião de espíritos formada em prol do surgimento da Umbanda;
3. Segunda hierarquia mais importante da Umbanda.
4. São conhecidos como os “Psicólogos da Umbanda”.
5. Refletem, em terra, os velhos costumes da Mãe África e aceitam o sincretismo de forma natural.
6. Representam as velhas nações que tomaram como sobrenome: Cabinda, Guiné, Luanda, Nagô, etc.
7. Grandes conhecedores de ervas, pontos rituais e variados segredos da magia natural.
8. Diferentemente do que se pensa, há entre eles, espíritos de jovens, negros e brancos, que no astral encontraram afinidades com a lei de Oxalá.
9. Regem a humildade, a força de vontade, a resignação, a sabedoria, o amor e a caridade.
10. O dia de homenagem a eles é 13 de maio por ser a data da libertação dos escravos pela Lei Áurea.
11. Trabalham em maior número dentre as linhas da direita, mas muitos deles também estão na esquerda.
12. Há ainda pretos-velhos que trabalham nas duas leis e podem ser chamados em ambas.
13. As entidades chamadas por Vô Ou Vó, são as mais antigas e guardam maiores semelhanças com os antigos escravos africanos.
14. Quase sempre são benzedores que têm grande afinidade com os ritos católicos, tais como: rezas, cânticos e alguns dogmas.
15. Quando estão em terra demonstram grande serenidade, tolerância e paciência.
16. Seus apetrechos de trabalho são: bengalas, cachimbos, lenços, rosários e chapéus de palha.
17. As roupa enxadrezadas, lembram a escravidão, época em que apenas esse tipo de vestimenta era permitido.
18. Seu campo de atuação é o cemitério, mais precisamente, no cruzeiro das almas.
19. Seu dia é a segunda-feira e suas cores o preto e branco.
20. Sua saudação é: ADOREI AS ALMAS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário