Páginas

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Guardião Exú Tiriri

                                                                                


Guardião Tiriri
A grande força para despachar trabalhos nas encruzilhadas, matas, rios, apresentando-se como um homem preto com deformação facial, Também se apresenta com grandes traços orientais, anda de preto, com um gato preto ou um gato sianês, possui cabelos lisos como de japones preso como rabo de cavalo, e ele tambem possui uma capa preta e vermelha, possui tambem uma bengala ou uma bastão na sua mão. Ele vem na Linha de Oxalá.
Seu tiriri é um exu rebelde, de acordo com “lendas” ele se apaixonou pela filha de um rei, e o mesmo sabendo disto, o aprisionou numa torre!!!!
Mesmo sendo rebelde, ele também é um exu bastante sedutor, chama atenção de homens, crianças e hipnotiza as mulheres!
Caminhos

    * Seu Tiriri das Encruzilhadas
    * Seu Tiriri das Matas
    * Seu Tiriri dos Infernos
    * Seu Tiriri Menino
    * Seu Tiriri da Kalunga
    * Seu Tiriri das Almas
    * Seu Tiriri da Figueira
    * Seu Tiriri do Cruzeiro
    * Seu Tiriri da Meia Noite
    * Seu Tiriri Cigano

Alguns Tiriri ao final do nome dão outro nome em africano, para especificar o tipo de Tiriri que comanda no Astral : Tiriri - Bará; Tiriri - Apavená; Tiriri - Apanadá; Tiriri - Lonãn, todos abaixo do comando de Exu - Tiriri.
Tiriri é considerado o "Senhor da vidência" ou aquele que vê mais além, por isto é um dos mais evocados em casos relacionados com adivinhação através de búzios, principalmente no Camdomblé.
Dependendo do tipo de Tiriri dependerá do tipo de Pombagira que o acompanha nos trabalhos. A parceira de cada exú se evidencia nas zimbas (pontos riscados), as quais são antigos símbolos, os quais representam o lugar onde vive o exú, seu nome e sua parceira como temas principais, também se podem ler nas mesmas partes da vida terrena deste exú. Os pontos riscados são a firme evidência de que o que está escrito nada pode mudar, isto se aplica também ao nome do exú, sua vida, moradia e parceira, nestes cultos os pontos riscados ou firmeza espiritual equivalem a Ifá para os cultos iorubá. Lamentavelmente, nem todos se capacitam no estudo dos simbolos sagrados e por isso muitas vezes somos tidos de que os assentamentos de Exú onde lhe dá nomes que não os pertence ou as vezes de uma parceiro que não lhe corresponde. Isto traz como conseqüencia que a pessoa que recebe a dita entidade, com o tempo acaba deixando desse templo, para buscar algum onde na realidade reconheçam seu nome ou parceira.

Exú Tiriri - Rei dos Sete Cruzeiros da Calunga

Seu poder é: sobre a solidão,esperança,planejamento,meditação e saúde.
Seu poder negativo é: fazer as pessoas serem decepcionadas, julgadas, castigadas,amaldiçoadas e destruídas.
SEGUNDO ELE MESMO CONTA, VIVEU NO SECULO XVI, NA IRLANDA, COMO MERO CAMPONES,ERA MOÇO FORMOSO E HUMILDE .COMETEU O GRAVE PECADO DE SE APAIXONAR POR UMA BELA JOVEM,FILHA DO SENHOR FEUDAL DO CONDADO,SEU AMOR IMPOSSIVEL ,FOI CAUSA DE SUA DESGRAÇA,LEVANDO-O A MASMORRA POR VARIOS ANOS,ONDE CONVIVIA COM A FOME, TORTURA E TODO O TIPO DE DEGRADAÇÃO HUMANA.
SUA CONVIVENCIA COM A DOR,A PESTE,COLERA,LEPRA,TUBERCULOSE E OUTROS MALES O FEZ AO MESMO TEMPO CARIDOSO E REVOLTADO,POR TANTA DOR E SOFRIMENTO.
HOJE EXU QUE VEM PELA LINHA DA MAGIA NEGRA,TRABALHA PARA A CURA DE TODOS OS MALES E TODAS AS FORMAS CRUEIS DE VINGANÇA.
Prece de Exu

    Sou EXU, Senhor. Pai, permite que assim te chame, pois, na realidade, Tu o és, como és meu criador. Formaste-me da poeira ástrica, mas como tudo que provém de Ti, sou real e eterno.
    Permite Senhor, que eu possa servir-Te nas mais humildes e desprezíveis tarefas criadas pelos teus humanos filhos. Os homens me tratam de anjo decaído, de povo traidor, de rei das trevas, de gênio do mal e de tudo o mais em que encontram palavras para exprimir o seu desprezo por mim; no entanto, nem suspeitam que nada mais sou do que o reflexo deles mesmos. Não reclamo, não me queixo porque esta é a Tua Vontade.
    Sou escorraçado, sou condenado a habitar as profundezas escuras da terra e trafegar pelas sendas tortuosas da provação.
    Sou invocado pela inconsciência dos homens a prejudicar o seu semelhante. Sou usado como instrumento para aniquilar aqueles que são odiados, movido pela covardia e maldade humanas sem contudo poder negar-me ou recorrer.
    Pelo pensamento dos inconscientes, sou arrastado à exercer a descrença, a confusão e a ignominia, pois esta é a condição que Tu me impuseste. Não reclamo, Senhor, mas fico triste por ver os teus filhos que criaste à Tua imagem e semelhança, serem envolvidos pelo turbilhão de iniqüidades que eles mesmos criam e, eu, por Tua lei inflexível, delas tenho que participar.
    No entanto, Senhor, na minha infinita pequenez e miséria, como me sinto grande e feliz quando encontro nalgum coração, um oásis de amor e sou solicitado a ajudar na prestação de uma caridade.
    Aceito , sem queixumes, Senhor, a lei que, na Tua infinita sabedoria e justiça, me impuseste, a de executor das consciências, mas lamento e sofro mais porque os homens até hoje, não conseguiram compreender-me.
    Peço-Te, Oh, Pai infinito que lhes perdoe.
    Peço-Te, não por mim, pois sei que tenho que completar o ciclo da minha provação, mas por eles, os teus humanos filhos.
    Perdoa-os, e torna-os bons, porque somente através da bondade do seu coração, poderei sentir a vibração do Teu amor e a graça do Teu perdão.

    (Esta prece foi psicografada por A . J. Castro, da Cabana de Lázaro)

                                                                        


Nenhum comentário:

Postar um comentário